Disrupção: palavra de ordem para os próximos tempos no mundo dos negócios

Divisão e rompimento são dois sinônimos para disrupção. Mas, na prática o que significa a disrupção digital? Este é o nome dado a processos que otimizam determinadas funções por meio da aplicação de tecnologias, tornando-as acessíveis a um público maior. Um bom exemplo é o YouTube que, possibilitou a publicação de vídeos em nível mundial por qualquer um que tenha uma câmera, mesmo que seja do celular. Desacreditado no começo, hoje é uma plataforma que rende muito dinheiro e que vem sendo cada vez mais utilizada por empresas que desejam divulgar seus produtos e serviços. Outro exemplo contundente foi a Netflix que, simplesmente, acabou com o mercado de locadoras de vídeo.

Estes novos paradigmas fizeram com que empresas passassem a pensar em outras formas de utilizar os recursos surgidos com a revolução digital de forma estratégica. Uma destas companhias é a Lamego MKT Digital que pretende ampliar a disrupção para níveis nacionais, com um novo modelo de negócio, em que profissionais do Marketing Digital atuarão de forma autônoma causando grande impacto em microrregiões.

Assim, estas “agências de um homem só” contarão com um background multidisciplinar que as auxiliará no desenvolvimento de estratégias de Marketing Digital que visarão tanto à entrada quanto ao aumento da visibilidade no mundo digital. Com este modelo de negócio, a Lamego MKT criou condições de replicar uma metodologia que organiza as inúmeras técnicas utilizadas em ferramentas de planejamento tático efetuados por um especialista certificado. E o início disso se dá por meio do um curso intensivo de formação de consultores em Marketing Digital. Após isso, haverá uma gama de vantagens e possibilidades de crescimento e, entre elas estão o investimento de baixo custo, a alta lucratividade e possibilidade de trabalho no regime homeoffice ou coworking, em que o consultor faz seu horário de trabalho. É ou não a profissão do futuro?